Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

find equilibrium


Sexta-feira, 16.02.18

os grandes não leem as letras pequeninas

« as empresas têm dificuldades em recrutar "porque as pessoas não querem trabalhar".» disse o presidente do Forum para a Competitividade, sr Pedro Ferraz da Costa.

O senhor devia era estar caladinho e comer massa com feijão todos os dias! 

Eu só gostava que T1 na zona do Porto não fosse um salário mínimo, ainda sem luz, água e gás. O essencial está a ver? Eu gostava de puder viver sozinha, ter uma simples casa para mim, do que em vez partilhar casa com estudantes porque já não estou inserida nesse meio.

Eu gostava de continuar a trabalhar e ter direito aos que os trabalhadores têm. E gostava de de dar o meu salário à pessoa que inventou os recibos verdes - a descontar brutos euros (ainda não é caso)... viver numa casa de estudantes, partilhar wc e cozinha, não ter uma sala e dividir despesas. Que até a internet (meo) é uma autêntica vergonha na cidade! 

Gostava tanto de não ter que fazer tanta pesquisa para saber quais os artigos estão em promoção no supermercado, poupar o máximo possível e fazer comparações de um produto em três supermercados.

Eu gostava de ter direito a uns dias de férias, descanso, sem ter que descontar do meu salário, sabe porquê não é? Porque recibos verdes é mesmo assim. Sem subsídios, sem direitos. Apenas obrigações!

Também gostava, caso me aconteça algo - e esperemos bem que não - ter que colocar baixa...mas ups, não irei ter!

Eu gostava de não ter que contar dinheiro todos os dias para oferecer uma prenda aos meus pais, à minha irmã, às minhas sobrinhas e ao meu namorado. Isso é absurdo! 

Portugal é um país autêntico. Dá-me imensa felicidade, grandes troféus mas vocês, os grandes, deviam de estar caladinhos. E não reclamar por baixar o vosso salário!

Porque há pais que não conseguem comprar uns sapatos para dar aos filhos que vão para a escola. 

Porque há estudantes que lutam para serem o futuro do vosso país. Porque há desempregados à espera que a reforma não suba mais para ter algum espaço numa empresa. Porque há empregados que procuram por uma oportunidade melhor, sustentar uma vida, uma casa e a eles mesmos.

Às vezes penso que estou na área errada.

Se aqui será uma boa opção!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por liz collingwood às 15:50

Sábado, 10.02.18

T-shirt no inverno

IMG_20180210_143642.jpg

Tenho frio e gosto de me sentir aconchegada no  inverno. Uma camisola fofinha, top por baixo e sobretudo chega-me (e um cachecol, sempre). E nos saldos conseguimos ser apanhar uma peça de roupa, não dando 30€ por uma camisola que causa borboto fácil. É por isso que não ponho os pés do shopping muitas vezes e as modas...não pode agradar gregos a troianos mas muitas coleções não me fazem chorar nem contar trocos. Ainda bem.

No entanto, pecamos sempre e compramos alguma peça mais mas que certamente daremos uso. E já me criticaram por pegar numa peça de primavera ou verão nos de inverno. Pousei tristemente.

Mas que raio de julgamento! Porque não? Se podemos comprar t-shirts nos saldos, a preço reduzido e chegar à estação e poder usar novinha em folha sem dar 15€ por um bocado de tecido, qual a sensação que compensará a isto? 

Nesse altura, nem queremos passear pela nova coleção porque os preços não simpatizam e pensamos nos saldos de inverno que poderíamos comprar t-shirts a 4/5€ que estavam a 15€. Adivinhem! A qualidade é igual. 

Por isso, me, myself and I, tenciona comprar estas belíssimas e fofas t-shirts da Mango por estupidamente 3€. Check! 

Rezando para que haja, que as pessoas sejam como eu e que continuem comprar roupa de inverno para o de '18-'19. Cá, eu vou sonhando com o verão!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por liz collingwood às 14:49

Quarta-feira, 31.01.18

A surpreender e um sorriso nos lábios

aJZe6.jpg

O Sapo Blogs deixa-me com o coração quentinho. 

Não importa o tipo de publicações que faço, se tenho dezenas de comentários ou menos que isso. Se tenho inúmeras visitas diárias ou apenas semanais. O que é bom é ser destaque da minha última publicação - "a gulosa dos hamburguers artesanais já fez mais uma prova", pensa a malta do Sapo Blogs. Ainda melhor é ser uma inspiração (brincadeirinha vocês) para renovar a apresentação dos vossos blogs.

Mas a minha inspiração é a Sacha, que também está na lista maravilhosa. Como não me orgulhar?

Caramba, como adoro isto e este mundo! 

 

Estava mortinha por janeiro acabar mas o último dia fez com que solta-se um enorme sorriso!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quarta-feira, 24.01.18

Fui a um "meating"

Há dois meses a Póvoa do Varzim ficou mais deliciosa. Meating Burguer embora acabada de nascer, pode contar com mais dois clientes. E não preciso de vender o pulmão para comer boa carne. Toda a gente sabe que aprecio hamburguers artesanais e neste local, está tudo nos preferidos. 

Eu e o baby chegamos tarde para jantar e éramos praticamente os únicos àquela hora, mas fomos muito bem recebidos pela máxima simpatia dos colaboradores. 

Primeiro li a lista toda e até podem optar pelos pregos, saladas, tostas ou a tábua combinada para duas pessoas que possui quatro mini hamburguers, queijos, fumados e batata frita.

Decidimos escolher indivualmente. Estava indecisa - como sempre - mas tive que começar por algum lado. O Filho do Homem (faz-me lembrar o Tarzan) e contém pão, hamburguer, alface, tomate, queijo, bacon crocante, ovo e molho da casa. Acompanha sempre a salada mista, fresca e deliciosa e as batatas fritas, tradicionais ou camponesas, com casca e temperada.

2018-01-22 08.13.35 2.jpg

O baby escolheu Persistência da Memória, com dois hamburguers, salsicha fresca, alface, tomate, duas fatias de queijo, cebola roxa e molho barbecue. Optou por tirar a cebola e trocar o molho pelo o da casa. Faria o mesmo!

Fê-lo acompanhar com a batata tradicional e sangria. Estava tão deliciada com o meu hamburguer que me esqueci de provar a sangria. Mas se tem bom aspecto? Isso tem!

 Gostei muito do espaço, por ainda ser fresco e à hora que fomos estava calmo mas prefiro assim do que a normal confusão das hamburgarias, em que precisamos de ir cedo ou depois da "hora de ponta".

FB_IMG_1516800847359.jpg

FB_IMG_1516800856729.jpg

O interior. É acessível, nem grande nem pequeno. O ideal! Decorado com toque especial vintage e as placas decorativas.

Insisto em dizer que os hamburguers eram de qualidade e os funcionários são muito simpáticos! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segunda-feira, 08.01.18

a notícia que me assustou

Isto abala-me o psicológico e sou fraca nesse aspecto. A palavra perfeição é uma mentira. E quem a inventou nunca deve ter sido feliz e isso acabou com que os seres humanos a procurem pela vida adentro.

Eu já estive a procura-la e defini-la sobre mim, mas entendi que é um fracasso estar obcecada em ser uma boa menina, ter o corpo no sítio e agradar toda a gente que passa na minha vida. Isso acabou há muito tempo.

Mas tenho alguns fantasmas que ocupam os meus pensamentos e fico devastada quando olho para mim. Não tenho a melhor pele do mundo, não tenho as melhores curvas do mundo - porque têm defeitos que me atormentam desde dos 15 anos. Portanto, quase há 10 anos sinto-me estragada e nunca recuperei. O corpo magro-normal, bem moreno no verão, cintura fina, ancas largas, praticamente tudo equilibrado.

Com 15 anos, fazemos asneiras. E há 10 anos não havia tanta informação a percorrer revistas, internet, muito menos de boca em boca. Julgava eu que iria manter-me sempre assim. E continuei a comer como antes. Ninguém me avisou que o meu corpo iria mudar drasticamente e que as coisas podiam ficar piores.

Ou seja, tenho as belas estrias e celulite nas pernas e no rabo desde dos 16 anos. Tão nova e...nem sei.

 

Emagreci após disso, andei um pouco equilibrada e com a entrada para o curso desiquilibrei-me novamente e notei que o meu corpo enfraqueceu a nível de resultados. Tudo mais lento.

Em 2016, entrei para o ginásio. Dei por mim num sítio que não imaginava ver-me porque detestava a sensação de ser observada, todos os meus passos, os movimentos, porque sei que olham! Em 5 meses contínuos, não emagreci, mas tonifiquei - e o que se viu mais foram as pernas - e adorei. Comparando fotografias os meus olhos brilhavam!

Parei após 6 meses. Trabalhava noutra cidade, chegava tarde a casa e de manhã lá voltava eu para o trabalho. Não dava! Após meses, em 2017 voltei com a esperança de ser igual. Sinto-me sozinha, não tendo plano, apoio e alguma motivação não consegui ver o que vi no ano anterior. Perguntava-me se valia a pena os 30€, treinos após o trabalho, sair do ginásio às 21h15/21:30, ter que fazer algo rápido para comer se não houvesse, voltar a sair para ir tomar café. Alguma coisa teria que mudar porque eu não conseguia gerir tempo.

Fui duas semanas em outubro ou novembro. 

Este ano 2018, fiz uma coisa que não costumo fazer e nem a procuro. Mas estava à frente dos meus olhos. Pesei-me. 63/64kg. "Ai mas isso não é nada!" É! Nunca me pesei mais que 58kg. Tenho 5kg localizados no meu corpo que não me pertence. Eles nunca estiveram aqui e agora é um objecto estranho e a mais. Fiquei triste, apeteceu-me chorar desalmadamente, de todas as asneiras que cometi, do pouco tempo que tenho, da motivação que falta. 

Mas vou tomar medidas. Tenho que as tomar, sem desculpas! Compensar os 30€ e 1h/1h30 de treino e uma alimentação equilibrada e se possível paleo - é a mais correcta. Quero voltar a ter o brilho que tive em 2016, embora ainda com algumas imperfeições.

E no fundo, não tem a ver só com o agrado mas também pela saúde. Quando como algo de "lambarice" sei que estou a fazer mal, para a minha saúde. Tudo regrada a partir de uma certa altura, tudo torna-se mais lento, menos produtivo com antes, seja metabolismo e cérebro. Eu que sou sujeita a algumas transformações corporais, tenho que as controlar de forma correcta. 

Não preciso que isto seja lido de modo massacrante e lamentar sobre qualquer coisa. Escrevi como prova que meti uma coisa na cabeça e tenho que a cumprir. E daqui a uns meses, voltar a ler e escrever de novo sobre uma resolução positiva. 

Olho para mim e sei o que vejo. Por dentro e por fora. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 04.01.18

2018 in process

Resultado de imagem para inspiration tumblr

Já vamos no 4º dia do ano e decidi escrever o que quero para 2018. Quase como carta ao universo, para que este ano esteja a meu favor.

Comer:

- brunch

- sushi

- cereal Porto café

- casinha boutique café

 

Ir:

- no mínimo 2 fins de semana

- de férias

- Parque Biológico

- museu

- estádio

- ginásio

 

Fazer:

- comida saudável

- workshop de qualquer coisa

- mega festa de aniversário

 

Imperativamente:

- ler mais

- guardar tempo para mim

- fotografar (muito) mais

- equilibrar e controlar

- pensar menos (coisas más)

- voltar a definir o corpo, consoante as necessidades e o gosto por ele

(lista incompleta)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 21.12.17

Desafio do Natal 2017

Eu vi este desafio no blog da Twi e não pude deixá-lo escapar. Uma vez que tinha a ideia de fazer algo relacionado com o Natal, como manda a tradição, aqui está uma ideia muito gira!

1. Natal com frio ou calor?

Frio. Natal sem frio é como não ter capuccino em todo o inverno. Não imagino passar o Natal no Brasil ou na Austrália.

2. O natal deve ser uma época de sentimentos, emoções, amor e harmonia familiar, mas é também indissociável da palavra "presentes". Qual o melhor e o pior presente recebidos até hoje?

 O melhor presente não tenho em especial. Gosto de tudo que me dão...mas as peças da Pandora, um bilhete para algum concerto ou evento, roupa, acessórios e maquilhagem será sempre bem vindo. O pior...não posso lembrar de todos os anos, mas um dos últimos, recebi um cachecol preto muito pequeno, fino, quase um trapo. Eu tinha pedido um bem fofinho! Está lá encostado.

3. Jantar de Natal - bacalhau, peru ou outro?

O jantar de Natal é sempre bacalhau cozido. A tradição assim nos educou.

4. Lareira ou aquecedor?

Lareira. Gosto do calor natural da lareira, a lenha a estalar e queimar quase o rosto ou as pernocas que insistimos colocar dentro da lareira. No meu caso, é o rabo. 

5. O filme de natal?

Não tenho preferido para essa altura mas algo relacionado com o Natal ou clássico Harry Potter, delicia-me.

6. Bolo Rei ou Bolo Rainha?

Como detesto frutas cristalizadas e gosto de frutos secos, bolo Rainha estará no meu lado da mesa. Confesso, com tantas lambarices, deixo de parte.

7. O melhor do natal?

O convívio, sem dúvida. Após a minha irmã casar, desejou e decidiu juntar 17 pessoas (mais ou menos) num só Natal. Portanto, todos os anos somos, em média, esse número e cada ano é em cada casa de casal adulto. Após jantar, jogamos e conversamos bastante. Gosto da excitação de abrir os presentes, principalmente tendo crianças na família. 

 

Não sei se irei publicar mais alguma coisa até ao Natal, portanto, desejo aqui e agora, um feliz Natal, com tudo do bom e do melhor, muitas coisas boas para encher a barriga e momentos para encher o coração!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 14.12.17

Take a waffle together

Criado por um minhoto, tenho o maior orgulho de apresentar delícias do norte! 

Tarde e a más horas, chegamos a Vila do Conde às 23h30, tendo em conta que o Woody's Waffles Shop fechava às 24h. Perguntei gentilmente se ainda serviam, dado à hora, o tempo de preparar, servir e comer, compreendia se se recusassem. 

Foram prestáveis e acabamos por nos sentar.


(tripadvisor)

Não se fiem nas waffles (tem de vários tamanhos), pois tem à escolha crepes e ainda panquecas; os gelados artesanais deliciosos; frutas para acompanhar e ainda as bebidas.

25436110_1795962573769892_1816037064_n.jpg

Aqui apresento-vos um combinado de waffle normal com morango, nutella, chantilly e kinder. Bom? Do melhor!

20171208_001513.jpg

O meu é waffle normal com chocolate, morangos, gelado de morango, chantilly e smarties. Tudo perceptível correcto?

Os preços não sai da lista do preço normal. Por ser uma casa da especialidade, devem ter em conta a qualidade. Nunca comi uma waffle tão fofinha com esta. Diferentes de todas as outras. Valeu! E conto voltar.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sábado, 02.12.17

Christmas Wishlist

Só agora é que estou a pensar realmente o que quero e preciso para prendas de Natal. No entanto, não deixa de haver um pequenino luxo e isso ninguém me pode julgar right?

kajshfgodfighodifhgoiea3.jpg

Estou desesperadamente à procura de um casaco preto ou azul escuro, quentinho (mesmo quente). Na Tiffosi encontrei os dois da ponta, mas gosto muito mais do cinzento, que é a cor que não estava na lista. Irei ver qual o mais quente e que compense!

O preto de pêlo foi amor à primeira vista. Acho-o mesmo fofinho. E é preto! Se não vier nos presentes, vou buscá-lo à bershka :)

Necessito de uma mala, castanha e não tinha visto nada que me deixa-se os olhos a brilhar. Não é extraordinária mas acho mesmo gira. Entrei na Paco Martinez e pensei "é esta". 

E preciso com alguma urgência, um cachecol bem farfalhudo e quente, em preto. À partida irei adquiri-lo numa loja online (bijuvera no instagram) por um preço espectacular. 

Os dois pequeninos luxos são:

a conta da Pandora, para completar a minha pulseira...

...e a feliz notícia que, Pearl Jam voltam ao Alive após 8 anos. Tendo em conta que os vi em 2010, última vez que estiveram cá, decididamente quero reencontrá-los. Posso também esperar por 2018 e março e adquiri-lo! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quarta-feira, 22.11.17

o dilema das prendas de natal

Quem já fez uma lista das pessoas, das prendas e do orçamento das prendas de Natal levante a mão! 

Posso ser desorganizada numas coisas mas a minha cabeça tem que haver uma percentagem de organização - e as pastas de musicas, por intérprete e albúm (panca). 

Eu gosto muito de dar, dá-me prazer comprar uma coisa que gosto e imaginar a felicidade da pessoa ao abrir essa prenda. Também gosto muito de receber! Mas não sou capaz de pegar numa "coisa qualquer" e deve servir. Só porque a outra pessoa dá. Vocês podem ser como eu mas há muitas pessoínhas que fazem isso, PSD - pegar, servir, dar. 

E tal como já me aconteceu, fazer uma árdua pesquisa, imaginar coisas que a pessoa irá gostar, em várias lojas, repetir lojas, saltar lojas e ainda fazer isso na internet. Devo ser maluca e burrinha também!

Já tenho uma pequena ideia o que oferecer a cada pessoa mas chateia-me isto do natal e andar toda preocupada com isso. Sei que algumas pessoas não dão valor ao esforço e eu, continuo a fazer isso todos os anos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

liz collingwood © 2011-2017
Design by Sacha Hart
The Design Project


liz collingwood

Liz, 24 anos, entre Porto e Aveiro. Bom espírito, busca equilíbrio, sonhadora e apaixonada. blogger, leitora, escritora, fotógrafa. Esteticista/cosmetologista.

+ sobre mim





Mensagens

Para dúvidas relacionadas com a área de estética, cosmética, saúde e bem estar, podem enviar mensagem. Relativamente a laser, tratamentos de rosto e corpo, acne, rugas, flacidez, massagens, dúvidas a profissionais, a quem devemos confiar, que promoções devemos acreditar...aqui podem expor tudo. Será respondido seriamente, com a maior confiança e naturalidade. O que não souber, serei sincera. Obrigada